Tratamento da rosácea com luz pulsada

A rosácea é um problema de pele que pode ser bastante desagradável, especialmente pelo efeito estético que confere. Esta doença inflamatória causa vermelhidão no rosto, nomeadamente na sua zona central, mas que depois pode espalhar-se para o queixo, testa, nariz ou bochechas.

Esta doença é crónica, ou seja, não tem cura, contudo, há formas de amenizar o problema. Neste artigo poderá conhecer melhor a rosácea, e ainda, como usar a luz pulsada para tratar esse problema.

Tratamento luz pulsada

Causas e sintomas da rosácea

Entre os vários motivos que podem estar por detrás do aparecimento da rosácea, os mais comuns são os seguintes:

– exposição solar;
– predisposição genética;
– alterações hormonais;
– bebidas alcoólicas;
– mudanças bruscas de temperatura.

Os sintomas pode variar bastante de pessoa para pessoa, de acordo com o grau de rosácea. O sintoma mais habitual é a vermelhidão no rosto. Contudo, pode também surgir acompanhado de lesões inflamatórias.

Nalgumas situações, em graus mais graves, os vasos sanguíneos pode ficar bem visíveis, assemelhando-se a uma teia.

Como tratar a rosácea com a luz pulsada

A luz pulsada é uma tecnologia denominada de não ablativa, já que não agride a pele. Através da emissão de uma fonte de energia luminosa, a luz pulsada pode ajudar a amenizar várias lesões na pele, entre as quais a rosácea.

Contudo, é bom deixar bem claro que a luz pulsada, apesar de muito útil em variadíssimos casos de rosácea, não é um tratamento definitivo. A luz pulsada ajudará a amenizar o seu aspeto, no entanto, não pode atuar sobre a causa.

E para resultados mais duradouros, é necessário um estudo dermatológico sobre a sua origem. Além do mais, este tratamento é especialmente útil em graus menos graves da doença.

Como funciona a luz pulsada no tratamento da rosácea

A luz pulsada é um tratamento que irá ajudar especialmente a melhorar a aparência da pele afetada pela rosácea. Através da sua fonte de energia luminosa, a luz pulsada irá cauterizar os vasos sanguíneos inflamados, conseguindo dessa forma melhorar a aparência da pele. Caso esteja interessada em realizar este tratamento, consulte antes o seu médico dermatologista.

Conheça outros benefícios em “Benefícios da luz pulsada”.

Partilhar