Microagulhamento – Como funciona?

No que diz respeito a tratamentos estéticos estão sempre a surgir novidades que procuram auxiliar as mulheres, e homens, na manutenção da juventude e beleza da sua pele. Uma dessas novidades é o microagulhamento.

Este tratamento, que pode realizar numa clinica de estetica, consiste na estimulação da pele através de micro agulhas, com inúmeros benefícios associados.

Neste artigo poderá conhecer mais a fundo como funciona este tratamento estético, as indicações e contraindicações, e ainda, como fazer em casa.

Está grávida? Saiba mais sobre os tratamentos estéticos que pode fazer em “Quais os tratamentos estéticos permitidos na gravidez“.

Microagulhamento – Como funciona?

Como funciona o microagulhamento

O microagulhamento, também denominado de micro needling, é um tratamento que pode ser realizado numa clinica de estetica, em que uma determinada região da pele é estimulada com micro agulhas.

Estas penetram rapidamente na pele, causando o mínimo de desconforto ou de dor. Na maioria das pessoas este é um tratamento praticamente indolor, mesmo com profundidades maiores.

Contudo, para pessoas com maior sensibilidade, pode ser aplicado meia hora antes do tratamento um creme anestésico sobre a área a tratar. Este irá tornar o processo mais confortável.

Ao penetrar na pele, as micro agulhas irão causar ferimentos muito pequenos, estimulando-se dessa forma a regeneração da pele, bem como a produção de elastina e colagénio.

A profundidade da penetração das micro agulhas pode variar, dependendo da área que se pretenda tratar, mas também da espessura da pele e dos objetivos pretendidos.

Normalmente, para que se atinjam os objetivos delineados, são necessárias entre 3 a 6 sessões. Estas podem ter intervalos entre si que vão das 1 a 6 semanas. Aconselhe-se já na sua clinica de estetica sobre a melhor maneira de usufruir dos benefícios deste tratamento.

Indicações e contraindicações

O microagulhamento está indicado para vários problemas de estética.

Conheça de seguida algumas das principais indicações:

– disfarçar cicatrizes;
– amenizar linhas de expressão e rugas;
– rejuvenescer a pele;
– clarear a pele e disfarçar manchas;
– auxiliar no tratamento de estrias e celulite.

Já no que diz respeito a contraindicações, este tratamento não deve ser realizado nas seguintes situações:

– casos de acne muito ativa;
– infeção com herpes labial;
– pessoas com alergias a cremes anestésicos;
– casos de diabetes não controlada;
– cancro da pele;
– doenças auto imunes;
– pessoas a realizar tratamento com remédios anticoagulantes (exemplos: aspirina ou heparina);
– pessoas a realizar quimioterapia ou radioterapia.

Se você insere-se numa destas situações, não inicie um tratamento de microagulhamento numa clinica de estetica sem consultar antes o seu médico.

Como fazer microagulhamento em casa

O microagulhamento pode ser realizado com o DermaPen ou com o DermaRoller. Este último, que tem um poder de penetração máximo de 1 mm, pode ser utilizado em casa.

Contudo, é muito importante perceber que, apesar de este utensílio poder ser usado em casa, o ideal é que o tratamento seja realizado numa clinica de estetica, por profissionais credenciados.

Isto vale para todas as regiões da pele, mas mais especialmente para as zonas mais sensíveis como os olhos e boca. Caso pretenda mesmo assim fazer este tratamento em casa, recomendamos que se aconselhe numa clinica de estetica e tenha os devidos cuidados de higiene de modo a evitar o aparecimento de infeções.

Saiba mais sobre os benefícios deste tratamento em “Microagulhamento – Benefícios”.

Partilhar