Epilação

Sabe o que é a epilação? A maioria das pessoas desconhecem o termo, pois estão mais habituadas a ouvir “depilação” para qualquer atividade em que os pelos são removidos. Mas quem usa esse termo para dizer, por exemplo, “depilação a cera” não está correta. Por quê?

É simples: depilação diz respeito ao ato de remover os pelos apenas à superfície, ou seja, através do corte. Já a epilação refere-se à remoção total do pelo, mesmo nas camadas da pele abaixo da superfície (o que inclui a chamada “raiz do pelo”). Além disso, a epilação engloba ainda os tipos de depilação que destroem também o folículo piloso que dá origem ao pelo.

Métodos de depilação

Assim, os métodos de depilação ficam bastante reduzidos. A depilação é feita apenas através do corte com recurso a uma lâmina/máquina de corte ou através das espumas ou cremes que destroem o pelo à superfície.

Métodos de epilação

Dentro dos métodos de epilação há maior variedade. Poderá ser feita a epilação por si com recurso a uma pinça, a cera quente ou fria ou máquinas próprias para remover o pelo pela raiz. Estes são as formas de epilação mais baratas mas também as mais dolorosas.

Depois poderá recorrer a clinicas de estética e optar por um dos chamados tratamentos definitivos como a epilação a laser ou a luz pulsada. Esses dois são bastante semelhantes em termos de resultados (apesar de haver diferenças de pessoa para pessoa) mas diz-se que o laser é o mais doloroso dos dois.

Por último, há um tratamento de epilação pouco conhecido chamado de epilação com linha onde é utilizada uma linha para remover os pelos. É um tratamento bastante doloso, demorado e dispendioso pois necessita de um bom profissional a fazê-lo. Tem a vantagem de não causar danos na pele.

Conclusão:

A epilação é a melhor forma de remover os pelos, pois a duração do tratamento é bem maior, mas também é aquela que reúne os métodos mais dolorosos e demorados. É, portanto, especialmente aconselhada para quem tem pelos especialmente grossos e escuros.

Partilhar