Depilação na gravidez

A depilação é considerada um tratamento estético essencial pela maioria das mulheres. Contudo, durante a gravidez, a depilação é um tema que causa muitas dúvidas. Uma das dúvidas mais frequentes é sobre os métodos mais adequados. De seguida poderá conhecer quais os métodos que deve ou não utilizar para fazer a depilação na gravidez.

Depilação da gravidez

Depilação na gravidez – métodos

Durante a gestação, fazer a depilação não é tão simples como habitualmente. As hormonas que fazem crescer pelos em locais como mamilos, face ou barriga, entre outros, o aumento do volume abdominal, ou a maior sensibilidade da pele, tornam este tratamento estético um pouco mais difícil de realizar. Contudo, isso não significa que não possa fazer a depilação na gravidez. O segredo está em encontrar o método mais eficaz, sem agredir a sua pele sensível. Conheça de seguida algumas informações importantes sobre métodos de depilação na gravidez.

Depilação com cera

A depilação com cera é o método mais popular, podendo no entanto nalguns casos ser desaconselhado durante a gravidez. Dependerá bastante da sensibilidade da pele durante esta fase da vida. Nalgumas grávidas, a pele fica demasiado sensível, e a depilação com cera provocará uma reação desagradável.

Depilação com gilete

Este é o método mais seguro de depilação na gravidez, tendo como único fator negativo a dificuldade que poderá sentir a dada altura em alcançar determinadas zonas do seu corpo.

Cremes depilatórios

Não existem factos comprovados sobre o efeito das substâncias que compõem os cremes depilatórios acerca da segurança ou falta dela para o bebé. Não é contraindicado, mas preferencialmente deverá usar outro método.

Depilação a laser e eletrólise

Apesar de não existir nenhuma contraindicação comprovada na gravidez, na realidade nunca foram feitos estudos suficientes para se saber com certeza que não compromete a segurança do bebé. Deve por isso evitar estes métodos.

Conclusão:

Apesar de ser uma altura em que os cuidados com a depilação devem ser maiores, isso não significa que tenha de ficar com as suas pernas cheias de pelos. A depilação na gravidez é algo perfeitamente possível, e até necessário para o bem-estar e a autoestima da gestante. Recomendamos no entanto que se aconselhe antes com o seu médico para definir o método mais adequado.

Partilhar