Depilação Genital Feminina

Durante muitos anos a depilação íntima foi vista com maus olhos por parte de muitas civilizações, e até à bem pouco tempos, por muitas sociedades até de países bem desenvolvidos. No entanto hoje em dia a depilação genital feminina é vista, não só como uma acção de beleza exterior, como também de uma acção de higiene diária por parte da mulher.

Porém mesmo com toda a evolução das técnicas aliadas à depilação, a depilação íntima deve ser feita com muita cautela já que está em causa uma zona do corpo muito sensível e com uma sensibilidade extrema que para o caso de não ser feita da melhor forma pode magoar muito e até deixar mazelas no futuro.

 

Se vai utilizar a gilete para a depilação em casa, o mais natural é passado 3 dias sentir-se completamente desconfortável com o crescimento rápido e mais forte dos pêlos dessa zona. Se optar pela depilação a cera então o melhor mesmo é dirigir-se à sua esteticista re eleição pois esta terá toda a formação necessária para proceder à depilação sem magoar nem causar problemas futuros.

Lembre-se que a depilação genital feminina deixou de ser apenas uma questão estética para passar a ser uma questão de higiene por parte das mulheres. Porém por muitas vezes os pêlos na zona genital da mulher são vistos como uma protecção para a entrada de infecções inoportunas, e até por vezes não é aconselhável a total depilação desta zona, no entanto existem outras formas de manter a sua protecção íntima sem necessitar de evitar a depilação.

Partilhar