Depilação definitiva com Laser Alexandrite

Hoje em dia, são cada vez mais as mulheres e homens que procuram métodos mais duradouros e práticos para manterem o seu corpo livre de pelos. Como tal, a depilação definitiva, seja com luz pulsada, laser ou outro, é cada vez mais popular e procurada nas clínicas de estética.

Um desses métodos é a depilação definitiva com laser Alexandrite. Neste artigo poderá saber mais sobre o laser Alexandrite, como funciona, quantas sessões são necessárias, entre outras informações importantes. Confira.

Depilação definitiva com Laser Alexandrite

O que é a depilação definitiva – laser Alexandrite

O laser Alexandrite é um aparelho que emite um raio de luz muito preciso. Este raio de luz, em forma de energia, tem um comprimento de onda que irá destruir o folículo do pelo.

Sendo um raio de luz extremamente preciso, o laser Alexandrite conseguirá inativar a célula germinativa do pelo, sem que as estruturas que a rodeiam fiquem afetadas.

A depilação definitiva com laser Alexandrite é assim útil, não só para a eliminação dos pelos, mas também, para situações de pelos encravados ou foliculites.

O que fazer antes de iniciar um tratamento de depilação definitiva com laser Alexandrite

Antes de iniciar o tratamento a laser é essencial que ocorra uma consulta de diagnóstico. Como veremos mais à frente, existem muitos fatores diferenciadores, que irão influenciar a eficácia e o tempo do tratamento.

Esta consulta deve consistir na avaliação da pele e dos pelos da região que se pretende tratar, bem como no esclarecimento de todas as informações necessárias, nomeadamente como irá funcionar, características do tratamento, e ainda, dúvidas do cliente.

É ainda fundamental que nessa consulta se realize um teste de sensibilidade da pele. Com todas as informações recolhidas durante esta consulta o profissional poderá assim delinear um plano de tratamento personalizado.

Quantas sessões são necessárias

Todos os pelos crescem ciclicamente em três fases (crescimento, transição e queda). Sendo que a fase de crescimento é onde o folículo se encontra mais frágil, é nesta altura que o laser irá ter maior eficácia.

Contudo, os pelos não se encontram todos na mesma fase, e como tal, para que se consiga eliminar devidamente todos os pelos, são sempre necessárias várias sessões. Assim sendo, em média, o número de sessões varia entre 5 a 7.

Há ainda outros fatores que podem influenciar o número de sessões, nomeadamente a zona a ser tratada, a idade, as características da pele e do pelo, fatores hormonais, etc. Geralmente, quanto mais escuro e espesso for o pelo, mais rapidamente se irão ver resultados.

Pelo contrário, pelos muito brancos podem nem sequer ser eliminados, por não absorverem a luz do laser Alexandrite.

Conheça os cuidados a ter antes e após uma sessão de laser Alexandrite no nosso artigo “Cuidados a ter antes e após a depilação definitiva com laser Alexandrite“.

A depilação definitiva com laser Alexandrite é dolorosa?

Durante um tratamento de depilação definitiva com laser Alexandrite poderá sentir alguns efeitos menos desejáveis, nomeadamente uma ligeira picada.

Contudo, devido a um sistema de refrigeração que irá arrefecer a pele antes de cada disparo do aparelho, o tratamento com este método torna-se menos doloroso que os outros métodos.

A depilação definitiva com laser Alexandrite é realmente definitiva?

Não existe nenhum método de depilação definitiva 100% eficaz. Os folículos são inativados, mas devido à capacidade de regeneração do corpo humano, podem mais tarde voltar a ficar ativos. Como tal, para se conseguir um resultado duradouro, são necessárias sessões de manutenção mesmo após o final do tratamento.

Partilhar