Depilação com açúcar

Um método de depilação ainda pouco conhecido na nossa sociedade, mas com uma história que remonta aos tempos egípcios, onde as senhoras utilizavam uma pasta feita de forma caseira para tratar da eliminação dos pêlos em excesso.

Este é um método em (quase) tudo semelhante à cera de depilação, até porque a sua utilização é feita da mesma forma que se procede à depilação a cera, sendo aplicada a “pasta” no local onde será feita a depilação através de uma espátula e de seguida é procedido à retirada da pasta e consequentemente dos pêlos através de umas bandas de papel especial. O resultado final é muito semelhante ao da depilação a cera, porém os custos são relativamente mais altos, até porque existem ainda poucos centros de estética a adotar este método de depilação.

A pasta em si é feita através da junção de mel (hidratante para a pele), limão (ideal para tratar as manchas da pele) e do açúcar, é este ingrediente que é o mais importante neste método de depilação, já que são as suas próprias características que fazem deste um método bastante vantajoso para quem quer uma depilação sem dor, com resultados positivos e ainda uma grande duração.

Sendo um método que se baseia numa pasta feita através de métodos artesanais, os seus efeitos secundários são relativamente poucos assim como as desvantagens da sua utilização (até tem a grande vantagem de ser muito menos doloroso do que a depilação a cera). Porém é imprescindível conhecer muito bem o método antes de o utilizar pela primeira vez, principalmente no que diz respeito à composição da pasta em si, pois podem ocorrer alergias ou mesmo inflamações desnecessárias.

Em jeito de conclusão, a depilação com açúcar está a tornar-se muito popular em todo o mundo. Através de um método artesanal e caseiro, é possível fazer a depilação indolor durante cerca de 1 mês, em qualquer parte do corpo.

Partilhar